Feitosa Costa

28 de outubro de 2017

População quer saber como anda o Tribunal do Juri

Para quem não sabe, o auditório do Tribunal do Juri fica na rua Coelho de Resende, centro de Teresina

Matéria publicada pela TV Rádio Clube e repercutida no portal G1 da Globo, em março de 2013, deu conta de situação precária do Tribunal do Juri em Teresina, que foi interditado naquele ano, por suas condições insalubres para juízes e jurados. Para quem não sabe, o auditório do Tribunal do Juri fica na rua Coelho de Resende, centro de Teresina.

A matéria da TV Clube dizia que a juíza titular do local, Regina Freitas, suspendeu quatro audiências por a impressora não ter tinta para imprimir a documentação necessária. Além disso, Regina reclamou da quantidade de profissionais. De acordo com ela, a vara contava com apenas dois servidores e um estagiário. “O TJ já mandou um tonner de tinta para a impressora, mas, mesmo assim, ainda sofro com a falta de funcionários e não conseguimos atender a todos”, disse Regina.

A referida matéria colocou informação da Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça, de que o TJ iria inaugurar um novo auditório no Fórum Central, ainda no mês de março. Resta saber se o que foi prometido se cumpriu, para se poder fazer um melhor juízo da situação. É provável que a situação continue a mesma, pois de outra forma não se explica a falta de reuniões do Tribunal do Juri nos dias atuais.

Hospital de Floriano

Resultado de imagem para Gustavo Neiva

 Deputado Gustavo neiva (Foto: Reprodução)

O deputado estadual Gustavo Neiva (PSB) denunciou da tribuna da Assembleia Legislativa, na última quinta-feira (26), o que chamou de "caos" no Hospital regional Tibério Nunes, de Floriano. Neiva denunciou que um paciente morreu depois de ter uma cirurgia adiada por falta de vestimenta esterilizada para o médico responsável pelo procedimento. Segundo o deputado, existe um débito em torno de R$ 5 milhões com fornecedores, resultando disso a falta generalizada de medicamentos e materiais cirúrgicos.

Música gospel

O deputado Francis Lopes (PRP) apresentou na Assembleia legislativa Projeto de lei que altera a lei nº 4.997, de 30 de dezembro de 1997 e reconhece a música gospel como manifestação cultural no Estado do Piauí. Na justificativa o parlamentar informa que “o Gospel Moderno é nascido da interpretação de um artista solo acompanhado de um coro e um pequeno conjunto instrumental que responde pelo início da carreira de vários artistas norte - americanos. O Gospel surgiu após a Segunda Guerra Mundial”.

Temer campeão

O portal brasil247 deu destaque a recente pesquisa sobre impopularidade de chefes de estado no mundo inteiro: Rejeitado por mais de 95% da população brasileira e anistiado pela Câmara dos crimes de corrupção passiva, organização criminosa e obstrução de Justiça, Michel Temer é considerado o governante com a maior taxa de rejeição do mundo, com apenas 3% de aprovação;pesquisa do grupo de análise política Eurasia põe Temer à frente do presidente venezuelano Nicolás Maduro e do sulafricano Jacob Zuma; lista dos líderes "mais impopulares" conta ainda com o mexicano Enrique Penã Nieto, com 28% de aprovação; a premier britânica, Theresa May, que possui 31% e conduz o polêmico processo de saída do Reino Unido da União Europeia (UE); o norte-americano Donald Trump, com 37%; e o francês Emmanuel Macron, com 45% . 

Temer Agradecido  

Resultado de imagem para Temer 
 Presidente Michel Temer (Foto: Reprodução)

O presidente Temer não se preocupou com a diminuição do número de apoiadores na Câmara Federal. Em nota de agradecimento ele preferiu exibir seu potencial intelectual, com as palavras que seguem:“ O Brasil é sempre maior do que qualquer desafio. E ficou ainda mais forte depois de ter suas instituições testadas de forma dramática nos últimos meses. No fim, a verdade venceu. Prevaleceram as garantias individuais e institucionais da nossa Constituição”.

Comércio fraco

O comércio de Teresina está vendendo pouco, apesar dos preços  razoáveis.  As lojas precisam  diminuir os estoques neste fim de ano, mas  a população  só compra o essencial.  Em tempo de crise nem o custo de vida sobe. Só quem aumenta preços  é o governo, naquilo que  é mais essencial. No caso do comércio  de Teresina  o que se vê são promoções com  vistas ao natal e ano novo.

 Cidadania

A Assembleia Legislativa fez entrega do título de cidadã piauiense à juíza Maria Célia Lima Lúcio, na última quinta-feira, atendendo proposta do deputado Evaldo Gomes (PTC), aprovada por unanimidade. “Esta Casa é que fica engrandecida ao conceder esse título. Em dois mandatos só concedi quatro cidadanias, porque só faço isso quando a pessoa tem mérito, tem currículo e serviços prestados ao Piauí”, disse o autor do projeto. “Ao assumir o compromisso de honrar a cidadania, quero dividir com os meus colegas do Tribunal de Justiça todos os méritos do título”, disse a magistrada.

Festival da uva

Bastante criticado pelo deputado Robert Rios, o festival da uva em São João do Piauí não será realizado este ano. O motivo alegado pelo govrno é a crise financeira. Seria a 7ª edição do evento, que tem como objetivo fomentar a economia da região com a comercialização da fruta no sertão piauiense. “Em virtude da crise econômica que assola o país, e, por consequência, o Governo do Estado informa o cancelamento da edição 2017 do Festival da Uva”.

O humor de cada dia

O que já se disse sobre o casamento:

- O casamento é tão ruim que deu origem à sogra

- Se casamento fosse pecado a convivência seria a penitência

- Casamento no cartório é caminho ao purgatório. Casamento no clero é caminho ao cemitério. Casamento na fogueira é fogo a vida inteira.

- Casei-me pra ter mulher/comida e roupa lavada/hoje tenho tudo isso/e não pago empregada.

- Namorou por correspondência, casou por procuração e o único filho que teve foi por inseminação artificial

COMENTE!

05 de agosto de 2017

Brasil real ou, d`xome apresentar

Brasil real ou, d`xome apresentar

Depois de muita insistência começo agora a atuar no portal do meu amigo Feitosão, o “Carta Piaui”. Há mais de 40 anos trabalhamos nos mais variados veículos de comunicação locais cobrindo com mais dedicação assuntos da polícia e da política. Naquele tempo estes assuntos não se misturavam tanto como hoje. Juntos mesmo só trabalhamos no jornal “O Estado”, do Hélder Feitosa, mas foi o suficiente para nos conhecermos. Na política estivemos em lados opostos, mas um sempre respeitando a posição do outro. Feitosão sempre foi comedido – por incrível que pareça! – ao contrário de mim. Por isto ele me encomendou que não “carregasse nas tintas”. Não entendi como censura e sim como um conselho, uma recomendação de um irmão mais velho. Lembrou meu eterno cunhado Pipiu, que atua como meu “Grilo Falante”. Só há pouco tempo entendi a sua mensagem. “Cobra – costuma me chamar do apelido dos tempos da Marinha de Guerra – tu não ganha nada com isso. Bater nos poderosos só vai te trazer prejuízo. Né covardia não, bater até pode, mas não se deve é esculhambar. Sempre vai se entender que tu tá fazendo o jogo dos adversários”, diz Pipiu.

 No fundo é isso mesmo e, pior, quando eles trocam a cadeira do poder voltam a se entender e passam a te ignorar, quando não passam a perseguir (isso ocorre comigo neste momento, em Timon, onde até já tentaram me tirar minha vida).

Ocorre que sempre fui cabeça-dura e fica difícil mudar agora depois dos 60. E já escrito o seguinte lide da matéria do imbróglio “PT X Temer”, criador e criatura.

“Impressionante o mau-caratismo desse povo. Vendo aqui, ao vivo pelo G1, a sessão da Câmara Federal que vai decidir pela aceitação da denúncia contra o presidente Temer, dá vontade de chorar. Ver um picareta assumido que foi preso com dólar na cueca no aeroporto de Fortaleza, falando de ética e democracia, é de lascar. E o bordão que os cretinos mais usaram foi “Brasil real”, admitindo que  vivem num Brasil surreal, formado por um povo ordeiro e ignorante no sentido de ignorar a força que tem e que, se bem usada, poderiam levar a todos ao paredão.

Combustíveis ainda podem baixar

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), requisitou informações ao presidente da República, Michel Temer, sobre o decreto que majorou as alíquotas do PIS/Pasep e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) incidentes sobre a importação e comercialização de combustíveis. O presidente tem cinco dias para prestar as informações, que serão utilizadas para subsidiar a análise do pedido de liminar na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5748.

PT botando catinga

Provando mais uma vez que só presta mesmo na oposição, a ação que bota catinga no Governo Temer foi  ajuizada pelo Partido dos Trabalhadores (PT), que pediu a concessão de medida cautelar para suspender os efeitos do Decreto 9.101/2017, com a restauração dos valores cobrados pelos postos de combustíveis antes do aumento das alíquotas. No mérito, requer a declaração de inconstitucionalidade da norma.

Ministra quer pressa

Resultado de imagem para rosa weber 
Rosa Weber ( Foto: Reprodução)

A relatora levou em consideração a relevância da matéria para aplicar o artigo 10 da Lei 9.868/1999, que rege a tramitação do processo no caso do requerimento de liminar em ADI. Ainda com base no parágrafo 1º do artigo, a ministra determinou que, após o prazo para o presidente da República, se dê vista dos autos à advogada-geral da União e ao procurador-geral da República, sucessivamente, no prazo de três dias, para que se manifestem sobre a matéria.




(Com informações do site do STF)

COMENTE!