Feitosa Costa

Últimas Notícias

PRP lança pré-candidatura de Ricardo Murad ao governo do Maranhão

“Quero ser governador para que o Maranhão tenha um tempo de paz, de solidariedade, de desenvolvimento.

Em reunião da Comissão Executiva do Partido Republicano Progressista (PRP), nesta terça-feira (12), foi lançada a pré-candidatura de Ricardo Murad ao governo do Maranhão, nas eleições 2018. Na oportunidade, o ex-secretário e ex-deputado apresentou a carta de compromisso com o povo maranhense, destacando os principais projetos, ações e eixos de um programa de governo para os próximos quatro anos.


 Foto: Reprodução 

“Quero ser governador para que o Maranhão tenha um tempo de paz, de solidariedade, de desenvolvimento. Quero por fim ao fisiologismo e à cooptação política com o uso do dinheiro público. Quero um tempo de oportunidade para todos, em que o mérito irá substituir a “camaradagem” e a competência a ineficiência. Quero ser governador porque me sinto preparado para isso. Quero ser governador porque o povo maranhense quer um governo de resultados, que saiba olhar para os mais frágeis e construir um futuro forte, solidário e marcado pelo desenvolvimento. Quero ser governador, porque acredito que chegou a minha vez e estou preparado!”, declarou Ricardo.

Ficou decidido ainda, no encontro, que o partido não terá candidato ao Senado e que vai priorizar as chapas dos candidatos estaduais e federais nas Eleições 2018. Nos próximos dias, a Comissão vai elaborar o calendário de visitas a todas as macrorregiões do Estado para apresentar pessoalmente a carta proposta do candidato aos maranhenses.

“É a primeira candidatura a governador lançada pelo PRP no país. Vamos trabalhar a candidatura do Ricardo e dar apoio aos pretensos candidatos a deputados estaduais e federais, focando junto aos membros do nosso partido. Temos 108 vereadores e queremos a adesão de todos para que nossa campanha cresça. A chegada de Ricardo ao nosso partido foi muito bem recebida e deu uma envergadura ao partido”, ressaltou Severino Sales, vice-presidente nacional do PRP.

Estiveram presentes os deputados estaduais Andrea Murad e Sousa Neto; a ex-prefeita de Coroatá, Teresa Murad; o senador Lobão Filho; o presidente do PRTB, Márcio Coutinho; lideranças políticas e membros da imprensa maranhense.

EIXOS CENTRAIS

Na carta de compromisso, Ricardo Murad apresentou alguns pontos do seu projeto de governo focados em dois eixos centrais, o dos Direitos Sociais e o da Economia e Meio Ambiente, que serão operacionalizados através da criação do Fundo de Garantia para a Universalização dos Direitos Sociais (FGDS), a Agência Estadual de Infraestrutura Digital e o Programa “Itaqui 2018: Maranhão de Portas Abertas ao Mundo”.

Um dos grandes projetos apresentados é a construção da ponte rodoferroviária, que liga São Luís à Baixada Maranhense, onde será criada uma nova zona portuária, possibilitando terminais das ferrovias da Vale, Norte Sul e CFN,  implantação de empresas e outros empreendimentos, acabando com o isolamento de quase uma centena de municípios maranhenses, além de oferecer uma nova via de acesso para a capital.

“A ponte de São Luís à Baixada Maranhense é essencial para alavancar o desenvolvimento do nosso estado. O nosso projeto também visa construir vias expressas e modernizar as rodovias federais, estaduais e municipais, como disse, melhorando plenamente o fluxo de rodovias, ligando São Luís às capitais Belém, Fortaleza, e aqui, incentivando a Rota das Emoções; ligando Teresina, ligando também as regiões Tocantina e Sul, passando por Açailândia e Imperatriz, chegando a Carolina e Balsas, e, claro, melhorando a Rodovia da Produção entre Grajaú e Alto Parnaíba”,  ressaltou Ricardo Murad.

Saúde é Vida

O ex-secretário falou ainda dos resultados alcançados e do trabalho realizado à frente da pasta da Saúde, em que destacou o avanço na assistência e no atendimento à população através do Programa Saúde é Vida.

“Em um curto período, oferecemos aos maranhenses atendimento igual aos melhores serviços de saúde públicos e privados do país. Foram 113 novos hospitais, 11 UPA’s, 7 Centros de Hemodiálise, vários Centros de Medicina Especializada e muitas outras unidades que revolucionaram a medicina maranhense. E pretendo dar continuidade a esse grande avanço, universalizando a saúde pública no estado. E como a mesma visão e empenho, tratarei as demais áreas”, concluiu o pré-candidato ao governo, Ricardo Murad.

Trajetória política

Ricardo Murad já foi deputado estadual, presidiu a Assembleia Legislativa, deputado federal, prefeito de Coroatá, Gerente Metropolitano de São Luís, Secretário de Estado da Saúde e Secretário de Estado da Segurança.   


Fonte: Blog do Luís Cardoso 

COMENTE!

Se não votar semana que vem, reforma será em fevereiro, diz Temer

Segundo ele, essa decisão, porém, será tomada somente na terça (19), após a tentativa de votação no plenário da Câmara

Se não votar semana que vem, reforma será em fevereiro, diz Temer 
 Foto: Alan Santos/PR

O presidente Michel Temer afirmou que tentará votar a reforma da Previdência na semana que vem, mas disse esperar que uma nova data seja marcada para fevereiro caso não haja votos este ano. Segundo ele, essa decisão, porém, será tomada somente na terça (19), após a tentativa de votação no plenário da Câmara.  

De acordo com Temer, se o Planalto sentir que não tem os 308 votos suficientes, a ideia do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é de já marcar uma nova data para fevereiro. A declaração foi dada na saída de almoço com o presidente da Macedônia, Gjorge Ivanov, no Palácio do Itamaraty.

Temer confirmou que a discussão da reforma começará no plenário da Câmara na quinta (14) e que a tentativa de votação ocorrerá entre segunda (18) e terça (19). "Nós vamos levantar os votos. E, tendo os votos necessários, e eu acredito que talvez seja possível [votar]", disse.

Questionado sobre o que fazer se não houver votos para aprovar este ano, Temer respondeu: "Aí já fica marcada [a votação]. [Se não for possível] A ideia que o [Rodrigo] Maia tem é de encerrar a discussão e daí marca para fevereiro", afirmou. O presidente disse que a reforma não será colocada em votação caso corra risco de ser derrotada. A estratégia é evitar "constrangimento" à base aliada, disse. "A prudência recomenda que se analise com muito cuidado para não constranger os deputados", disse.

PRIVILÉGIOS

Mais cedo, Temer fez uma cobrança pública à base aliada e afirmou que não há argumentos para que parlamentares governistas não apoiem a proposta. Na posse da nova diretoria da CNA (Confederação Nacional da Agricultura), ele disse que a única justificativa possível para ser contra a iniciativa é a manutenção de privilégios para servidores públicos que ganham mais de R$ 5 mil.

"A única razão seria, bom, não voto pela reforma previdenciária porque ela alcança os servidores públicos que ganham mais de R$ 5 mil, que é o teto", disse. "Quando tiver de dar explicação, é porque vota a favor daqueles que são privilegiados ou que se utilizam de certas demasias do nosso sistema", acrescentou. Mesmo com a expectativa pessimista de votar neste ano, Temer tem feito um último esforço para evitar que ela fique para o ano que vem.

Nesta terça-feira (12), ele promoverá encontro com investidores e empresários para pedir ajuda. O objetivo é que eles pressionem parlamentares indecisos da base aliada a votarem a proposta na próxima semana.

Na segunda-feira (11), o presidente ordenou que as pastas da Saúde, Cidades e Integração Nacional agilizem para até a próxima semana a liberação de emendas parlamentares travadas desde o mês passado. Segundo a Folha apurou, só na Saúde o montante é de pelo menos R$ 500 milhões em reformas de unidades hospitalares e entrega de ambulâncias.



Fonte: Com informações da Folhapress.


COMENTE!

Julgamento de Lula no caso triplex é marcado para 24 de janeiro

TRF-4 divulgou a data nesta terça-feira; processo levou à condenação do ex-presidente a nove anos e meio de prisão pelo juiz Sérgio Moro

Julgamento de Lula no caso triplex é marcado para 24 de janeiro 
 Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), responsável pelos processos da Operação Lava Jato em segunda instância, julgará no dia 24 de janeiro do próximo ano o processo que levou à condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e meio de prisão.  

A informação foi divulgada nesta terça-feira (12). Os desembargadores da 8ª Turma poderão votar pela absolvição de Lula, pela confirmação da sentença de Moro ou pela alteração da pena para mais ou para menos.

Se for condenado até 15 de agosto do ano que vem, quando se encerra o prazo para registro de candidaturas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Lula não poderá concorrer a cargo eletivo. Isso porque a sentença de Moro prevê que ele fique interditado para o exercício de cargo ou função pública por 19 anos, caso a decisão seja confirmada pelos desembargadores.

Aliados do ex-presidente afirmam que a decisão tem como objetivo inviabilizar a candidatura do petista à Presidência da República em 2018. Ele aparece em primeiro lugar nas pesquisas de intenção de voto. O caso é sobre o triplex do Guarujá.



Fonte: Notícias ao Minuto 

COMENTE!

Ministro adverte pré-candidatos

Mas a Justiça eleitoral devia era punir com multas os abusos eleitorais dos candidatos.

O ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral,surpreendeu os meios políticos ao afirmar que o ex-presidente Lula e o deputado Jair Bolsonaro podem não ser diplomados, caso eleitos, por cometerem irregularidades durante a pré-campanha e que o tema deve voltar a ser debatido pela corte após o recesso.

Segundo noticiou o portal brasil247, Gilmar Mendes teria usado estas palavras: "Aqui não há só essa pergunta sobre a legalidade. Há a pergunta também sobre o financiamento. Quem é que está financiando, e isso pode levar inclusive, depois, ao reconhecimento de abuso de poder econômico, que pode levar à própria cassação do diploma. É preciso ter muito cuidado com isso".

O ministro tem toda razão, pois nunca se desrespeitou tanto a Lei Eleitoral. Mas a Justiça eleitoral devia era punir com multas os abusos eleitorais dos candidatos. Se não há lei para isso, que o Congresso trate de dar ao TSE os poderes necessários para a punição antes da campanha. Deviam ser punidos também os veículos de comunicação que dão espaços para determinados candidatos enganarem o eleitorado. Punir os infratores após a vitória torna-se mais difícil.

Lei não é para todos

Não é verdade que a lei é igual para todos. Eis aqui um exemplo: O ex-deputado Rodrigo Rocha Loures virou réu no caso da mala de R$ 500.000 entregue pelo executivo da JBS Ricardo Saud. Loures vai responder ao processo na Justiça Federal de Brasília pelo crime de corrupção passiva.

A denúncia é a mesma que foi apresentada contra o presidente Michel Temer e foi barrada pela Câmara dos Deputados. Na época, o processo foi fatiado e a acusação foi enviada para a primeira instância.

A economia do governo Temer

Notícia publicada no portal G1 desta terça-feira (12) dá conta de que o presidente Michel Temer criou 2 mil cargos comissionados em apenas um ano e meio. A “farra” foi praticada quando ele respondia a processo por corrupção. Quem vê o noticiário sobre as medidas de economia do presidente não acredita na nomeação de tantos comissionados. Quando os prefeitos pleitearam recursos o presidente negou. Depois, ele mesmo ofereceu ajuda, tudo por conta da reforma da Previdência.

Deputado contra aumento

O deputado Gustavo Neiva denunciou o reajuste na tarifa de água e esgoto em Teresina, anunciado pela empresa Águas de Teresina. O último aumento da tarifa de água, autorizado em maio de 2017, entrou em vigor em agosto do mesmo ano, um mês depois da transferência dos serviços de abastecimento da zona urbana para a Águas de Teresina. “A Aegea não tem legitimidade para solicitar aumento, porque o Tribunal de Contas do Estado já julgou a licitação e concluiu que o processo licitatório está nulo, cheio de falhas e vícios” - disse Gustavo.

Empresa justifica aumento

A empresa Águas de Teresina informa que tem adotado todas as medidas necessárias para o perfeito cumprimento do contrato de subconcessão firmado com a Águas e Esgotos do Piauí S.A – Agespisa, em 22 de março de 2017. A empresa tem trabalhado diuturnamente para regularizar o abastecimento de água para a população da cidade, bem como para sanar os passivos ambientais relacionados ao sistema de esgotamento sanitário, mesmo diante de uma transição operacional precária. A empresa reiterou o efetivo cumprimento do contrato, um posicionamento protocolado anteriormente pela Comissão de Monitoramento – formada por Agespisa, Superintendência de Parcerias e Concessões (SUPARC), ARSETE e Comitê Gestor.

Cargos e salários

O deputado Cícero Magalhães informou da tribuna que o governo do Estado está encaminhando projeto de lei que cria plano de cargos e salários para os servidores do Emater e da Adapi, apesar das dificuldades financeiras por que passa o Estado. Ele destacou a importância dos dois órgãos no combate à aftosa e na melhoria da extensão rural. O deputado Henrique Rebelo pediu que o governo resolva o problema dos 38 servidores da TV Educativa. O deputado Rubem Martinsdisse que os servidores da Adapi e do Emater exercem importante trabalho.

Audiência sobre lista de obras

Transcorreu em clima de paz a audiência pública requerida pelo deputado Gustavo Neiva, para que o superintendente da Caixa Econômica confirmasse a legitimidade de uma lista do governo sobre obras a serem construídas com recursos de empréstimos e que nem ao menos tiveram início, em sua maioria. O superintendente disse que a lista é verdadeira. O deputado Evaldo Gomes havia dito que a mesma era fictícia.

O superintendente de Cooperação Técnico-Financeira da Secretaria de Planejamento Sérgio Miranda, disse entender que não há o que se questionar sobre a relação encaminhada à Caixa Econômica Federal com as obras elencadas pelo Governo do Estado como custeada pelos R$ 307 milhões já liberados porque ainda há prazo até o final de 2018 para a prestação de contas.

O humor de cada dia

O gaúcho diz ao mineiro: - Na minha terra só tem macho. O mineiro responde: Uai sô, na minha terra é diferente. Lá metade é macho, metade fêmea e nóis tá muito feliz assim. - Qual a diferença entra a mulher e a arma? – pergunta o mineiro. E o Gaúcho responde: Na arma você pode colocar um silenciador. Pergunta novamente o mineiro: Por que apenas 11% dos homens vão para o céu? Responde o gaúcho: É porque se todos fossem, seria o inferno!

COMENTE!

Destruição do PSDB é consequência política do 'golpe', diz Dilma

"Se é possível tirar uma presidente da República, tudo é possível", afirmou

Destruição do PSDB é consequência política do 'golpe', diz Dilma 
 Foto: Reuters / Andres Stapff

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou nesta segunda (11) que "a destruição do PSDB e o surgimento da extrema direita foram consequências políticas não previstas do impeachment, que chamou de golpe.  

"O que estava previsto no cardápio era a destruição do PT e do presidente Lula", disse.

Dilma falou em reunião da comissão extraordinária de mulheres da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Do lado de fora, membros de movimentos de esquerda e de direita se enfrentavam no grito.

O grupo Patriotas, que apoia o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), e o MBL estavam presentes.Sempre falando sobre os articuladores do impeachment, Dilma disse que subestimaram a instabilidade e o conflito entre Poderes que se seguiram.

"Se é possível tirar uma presidente da República, tudo é possível", afirmou. Segundo a ex-presidente, o impeachment acertou além do que mirou e foi preciso "tentar dar um jeitinho". "Às vezes as malas impedem o jeitinho, ele dá errado", disse referindo-se a acusação de corrupção contra o presidente Michel Temer (PMDB).

A ex-presidente criticou diversas vezes a ação da Polícia Federal na Universidade Federal de Minas Gerais na última semana.

"Abriram a caixa-preta e soltaram os monstros da intolerância, da escola sem partido, da invasão da UFMG", disse.

ELEIÇÃO

A respeito da eleição do próximo ano, que Dilma chama de terceiro ato do golpe, disse que "tinha uma pedra no meio do caminho, ela se chama Lula.

A petista voltou a dizer que a condenação do ex-presidente Lula na Lava Jato, que se confirmada em segunda instância pode tirá-lo da eleição, é uma perseguição política.

"Quem quer um plano B é quem não tem candidato e não tem coragem de concorrer com ele. Quem tem medo do plano A é que quer plano B."


Fonte: Com informações da Folhapress. 


COMENTE!

Barbosa se reúne com deputados e admite que pode ser candidato em 2018

Encontro aconteceu no escritório dele em São Paulo e contou com a presença de oito dos 33 integrantes da bancada na Câmara

Barbosa se reúne com deputados e admite que pode ser candidato em 2018 
 Foto: Ueslei Marcelino / Reuters  

Apontado como possível candidato à Presidência da República em 2018, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa se reuniu na tarde desta segunda-feira, 11, com deputados federais do PSB para discutir o cenário político-eleitoral. O encontro aconteceu no escritório dele em São Paulo e contou com a presença de oito dos 33 integrantes da bancada na Câmara.  

A reunião foi pedida pelos parlamentares, com aval do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira. De acordo com relatos dos deputados, nas quase duas horas de conversa, Barbosa admitiu que cogita ser candidato a presidente e prometeu anunciar uma decisão até março do próximo ano, prazo final exigido pela legislação eleitoral para que ele se filie a um partido político para poder participar da disputa.

"Ele (Barbosa) disse que ainda está refletindo sobre a candidatura. Ponderou que hoje está com uma vida estabilizada com a advocacia, palestras e aulas que dá", contou o líder do PSB na Câmara, Júlio Delgado (MG), ao Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Delgado era um dos presentes no encontro. Segundo o deputado, a bancada reforçou o convite para o ex-ministro ser candidato pela sigla. "Ele não falou nem que sim, nem que não. Disse que está analisando o cenário", afirmou.

Delgado ressaltou que o ex-ministro se mostrou atento ao cenário político e ao comportamento do PSB no Congresso Nacional. Barbosa teria questionado a opinião dos deputados sobre como será disputar eleições sem a doação empresarial, proibida pelo STF desde 2015. "Ele perguntou como será enfrentar candidatos de grandes oligarquias, com alto poder econômico. Dissemos que isso não era o principal desafio", relatou o parlamentar.

No encontro, o ex-ministro ainda se colocou à disposição para novas conversas com os deputados. De acordo com o líder do PSB, Barbosa disse aos parlamentares que deve chegar a Brasília na próxima sexta-feira, 15, para passar as festas de fim de ano com a família e que estava aberto para conversar nesse período. "Ele não está desligado como muitos pensam. Ele está acompanhando tudo", declarou Delgado.

A reportagem não conseguiu contato com Barbosa. O ex-ministro, que deixou o Supremo em 2014, vem travando conversas com integrantes do meio político há algum tempo. Recentemente, se encontrou no Rio de Janeiro com o apresentador de TV Luciano Huck, que já negou que será candidato a presidente em 2018. Barbosa também mantém diálogo com a Rede, da ex-ministra Marina Silva.



Fonte: Estadão Conteúdo 

COMENTE!

Zé Filho diz na cara de ministro da Saúde: "você é arrogante e indelicado"

Ricardo Barros não quis descer do avião enquanto Ciro não chegasse

Passavam alguns minutos das 23 horas da última quinta-feira, 7, quando um jato da Força Aérea Brasileira ( FAB ) pousou no aeroporto de Parnaíba. Dentro da aeronave estava o ministro da Saúde do Brasil, Ricardo Barros. Na pista a aguardá-lo, o prefeito da cidade, Francisco de Assis Moraes Souza, o Mão Santa, o ex-governador Zé Filho, o deputado estadual Hélio Oliveira, o Dr. Hélio, e alguns secretários municipais. Transcorridos alguns minutos, Barros não desceu. O ex-governador se aproximou e perguntou por que ele não descia. A resposta foi ríspida e rápida: "estou aguardando os meus amigos chegarem, que vêm em outra aeronave". Zé Filho, conhecido por não aceitar demonstrações de arrogância, reagiu chamando-o na cara de deselegante e arrogante.Barros quis se irritar e foi mandado para aquele lugar.

O ministro Ricardo só deixou a aeronave da FAB depois que de outra desembarcaram o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas, a vice-governadora em exercício,Margarete Coelho, a deputada Iracema Portella e outros políticos que acompanhavam o senador. O constrangimento predominou durante a solenidade que se seguiu.

O ex-governador Zé Filho disse logo depois a amigos que o parabenizaram pela atitude, que nunca se submeteu a vontades de arrogantes, principalmente daqueles que "se acham donos do mundo".

Resultado de imagem para Avião da FAB

Avião da FAB         (Foto: Reprodução)

Resultado de imagem para Zé Filho

Ex-governador Zé Filho      (Foto: Reprodução)

Resultado de imagem para ricardo barros em parnaiba

Ministro Ricardo Barros          (Foto: Reprodução)

COMENTE!

"Alemão" entra para história ao construir ponte

O prefeito de Parnaguá realiza um sonho da população

O prefeito de Parnaguá, Jondson Castro Fé, o "Alemão" ( Progressistas ) está prestes a realizar um sonho da população local: construída em madeira há décadas, a Ponte dos Timbós, que liga a cidade ao povoado Malhadinha, será entregue em pouco tempo toda feita de concreto, com pré-moldados, proporcionando uma solução definitiva para o beneficio de toda a região. Em todos os anos a ponte apresentava avarias e causava transtornos com as pessoas temendo passar pelo local. Apesar das grandes dificuldades financeiras por que passam quase todos os municípios, "Alemão" vai construir a ponte de concreto, colocando o seu nome como um gestor que conseguiu resolver um problema histórico de Parnaguá.

População corria risco nesta ponte.....

cuja estrutura era assim

A nova ponte, de concreto será definitiva........

bem estruturada e.....

reforçada

COMENTE!

Janaína faz festa e diz que "estou sem freio"

A deputada fez a postagem depois que Paes Landim autorizou a festa

Depois de conseguir no final da tarde, autorização do desembargador Francisco Antônio Paes Landim Filho para fazer uma festa particular na praça em que o prefeito Ronaldo Gomes, de Luzilândia havia proibido com respaldo de decisão da juiza local, a deputada Janaína Marques,comemorou a sentença postando no facebook uma mensagem em que afirma: "aos que tentam me parar, um aviso: estou sem freio e vou até o fim". Foi uma espécie de grito de vitória por ter vencido a queda de braço com seu adversário prefeito. Durante todo o dia desta segunda-feira Luzilândia viveu um clima de tensão protagonizado pela deputada, que também é secretária de Infraestrutura do Estado, afirmando que faria a festa de qualquer maneira.

Os partidários do prefeito Ronaldo, chamado  de "Caçambeiro", espalham em Luzilândia que a vitória de Janaina na Justiça ocorreu porque o desembargador que deu a sentença é irmão do deputado federal José Francisco Paes Landim,correligionário de Janaina e apoiado por ela  em toda a região do Baixo Parnaíba, mas as sete laudas da decisão apresentam fundamentos.A deputada também é criticada por se ausentar "Por vários dias da Secretaria que tem obrigação de administrar".

COMENTE!

Valter Alencar é o pré-candidato do PSC ao governo

Herdeiro da TV Club, o advogado, aceita enfrentar políticos renomados

O PSC estadual vai apresentar candidatos próprios aos cargos majoritários e proporcionais nas eleições de 2018e o advogado Valter Alencar é o pré-candidato do partido ao governo do estado.

Valter Alencar, que também é o presidente do diretório estadual do PSC, está ampliando o diálogo com lideranças políticas e com diferentes segmentos sociais  e afirma que sua candidatura é de oposição, "nessa caminhada, vamos mostrar aos piauienses o que está errado e o que precisa mudar para transformar o nosso estado, o Piauí da virada é agora, não da mais para esperar".

Valter Alencar visitou trinta municípios somente nas ultimas três semanas onde conversa com as bases do PSC, ouve as demandas da população e, quando necessário, implanta diretórios. Isso foi o que aconteceu em Piracuruca, neste final de semana, onde a empresária Rejane Melo tomou posse como presidente do diretório municipal do PSC, em uma reunião com a presença de vereadores de vários partidos e outras lideranças do município , " vamos trazer lideranças importantes aqui do município para o PSC, e todos que estão dispostos a se juntar com a gente nessa jornada por uma Piracuruca e um Piauí melhores para todos", disse a presidente do diretório.

Esse trabalho de fortalecimento do PSC está ocorrendo em todas as regiões do estado, segundo Valter Alencar: "De Marcolândia á Luís Correia estamos organizando o diretórios, recompondo diálogos dentro do PSC e fortalecendo um partido que pensa grande, criando as bases necessárias para o Piauí da virada, daqui pra frente não é possível continuar como está".

Ainda na região norte, em Parnaíba, o pré-candidato esteve com o vice-prefeito do município, que é do PSC, Marcos Samarone, estabelecendo caminhos do partido para 2018, "estamos marchando unidos, em um PSC renovado e revigorado", disse o vice-prefeito da segunda maior cidade do estado.

 Filiação de Valter Alencar ao PSC

  Valter Alencar      (Foto:Reprodução)

COMENTE!

João de Deus confirma que governo vai recorrer contra suspensão de licitação na Agespisa

Ele rebateu pronunciamento do colega Gustavo Neiva, que disse ser a empresa Águas de Teresina ilegítima para promover reajuste no abastecimento de água.

 
 Foto: Reprodução

O líder do Governo na Assembleia, deputado João de Deus (PT) falou hoje (11) (PT) informou que a suspensão da licitação sobre a privatização da Agespisa ainda cabe recurso e que o governador Wellington Dias fará isso. Ele rebateu pronunciamento do colega Gustavo Neiva, que disse ser a empresa Águas de Teresina ilegítima para promover reajuste no abastecimento de água. João de Deus ressaltou o trabalho desenvolvido pela Empresa Águas de Teresina, que em sua visão tem trabalhado muito mas ainda não é possível obter resultados imediatos. Ele disse que mesmo assim, a empresa já mostrou soluções rápidas, para problemas crônicos de águas em Teresina. 

O parlamentar lembrou que o Tribunal de Contas tomou uma decisão em relação a Empresa de Águas de Teresina, mas que cabem recursos de reconsideração e que o governo irá fazer o recurso no momento, porque tem prazo para recurso. “Houve o julgamento e o julgamento foi anulado o processo licitatório, mas ainda cabe um pedido de reconsideração e o governo vai entrar com o pedido”, finalizou.

O deputado também usou do tempo de dois minutos para os avisos foi usado pelo deputado João de Deus (PT) para parabenizar sobre o balanço, positivo, que os deputados organizadores da exposição fizeram no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Piauí. “Ali é um espaço onde reunimos o produtor e mostra para o Piauí e para o Brasil o que tem de bom, no que diz respeito a excelência de produção no estado do Piauí. E os resultados, diante de uma crise em que afeta todos os estados, e o Piauí não é imune a esse crise, infelizmente, é bom saber que os resultado da Expoapi foram excelentes”, disse João de Deus.

De acordo com ele, o espaço é aguardado com muita expectativa pela população, porque é um local de lazer, de ver algo diferente e de muita importância para os produtores. “Que bom saber que o balanço é altamente positivo”, concluiu

Cícero diz ser contrário a reajustes 

O deputado Cícero Magalhães (PT) usou o mesmo tempo para falar do problema do abastecimento de água, dizendo-se contrário ao reajuste, mas reconhecedo do trabalho positivo da Águas de Teresina, que melhorou o abastecimento no Jacinta Andrade e também na regiãoSudeste.  “Eu também já fui oposição nessa Casa. E às vezes se dá informações que não são cem por cento corretas. Eu acho que aumentar tarifa, nesse momento, eu também sou contra, assim como todos os consumidores. Mas não podemos, mesmo sendo oposição, só criticar, mas também ter coragem de elogiar, porque elogiar uma boa ação do governo, às vezes não é tão fácil”, disse o deputado Cícero Magalhães (PT), referindo-se a Empresa Águas de Teresina.

O parlamentar deu como exemplo, duas regiões, sendo a primeira delas a região do Jacinta Andrade, com mais de quatro mil moradias, com escolas, delegacia, posto de saúde e onde, segundo testemunho de um dos seus assessores, um motorista que reside no local, uma das coisas que não faltam no Jacinta Andrade é água.

Cícero Magalhães lembrou que o ex-governador Wilson Martins havia deixado quase pronta, para aquela região uma Estação de Tratamento de Água (ETA) e que estava faltando apenas a energia, porque tinha um problema.

“Quando o governador Wellington Dias (PT) assumiu, em seu terceiro mandato, o problema ainda não tinha sido resolvido e que agora está resolvido. Assim como na região Sudeste, onde houve uma intervenção do Águas de Teresina, e a água lá, melhorou e muito. Agora com relação ao aumento de tarifa, isso, não, acredito que é possível se pensar nisso em outro momento, porque agora o povo não agüenta mais, porque o salário do povo dá mal para comprar um botijão de gás”, resumiu.  

O deputado Dr. Pessoa (PSD) parabenizou os organizadores da Expoapi, pelo grande sucesso da exposição agropecuária.

Também usando os dois minutos, o deputado B. Dá (PP) reforçou o convite aos colegas para a sessão solene a ser realizada em Oeiras, no próximo dia 15, pelos 300 anos da cidade. Ele disse que a programaçãoconstará de shows com artistas locais e com a cantora Elba Ramalho. O deputado Evaldo Gomes (PTC) lembrou aos colegas a realização deaudiência pública com a presença do superintendente da Caixa Econômica no Estado, nesta terça-feira (12).

O deputado Dr. Hélio (PR) falou sobre a visita do ministro da Saúde, Ricardo Barros, à cidade de Parnaíba, no último final de semana, onde prometeu recursos para a construção do novo hospital Dirceu Arcoverdee para a manutenção do programa mutirão da catarata. Ele agradeceu ao senador Ciro Nogueira, que acompanhou o ministro em sua visita ao litoral.

 

Raimundo Cazé
Edição: Paulo Pincel
Fonte: ALEPI 

COMENTE!

TRE torna Eduardo Paes e Pedro Paulo inelegíveis por oito ano

Eles foram condenados por abuso de poder político-econômico e conduta vedada a agente público, devido ao uso do "Plano Estratégico Visão Rio 500".

TRE torna Eduardo Paes e Pedro Paulo inelegíveis por oito ano 
 Foto: Divulgação / PMDB  

Na sessão plenária desta segunda-feira (11), o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) condenou, por unanimidade, o ex-prefeito do Rio Eduardo Paes (PMDB) e o deputado federal Pedro Paulo Carvalho (PMDB), que concorreu à Prefeitura do Rio no ano passado, por abuso de poder político-econômico e conduta vedada a agente público, devido ao uso do "Plano Estratégico Visão Rio 500", contratado e custeado pelo município, como plano de governo na campanha eleitoral de 2016.  

Com a decisão, eles ficam inelegíveis por oito anos e deverão pagar, cada um, multa de cerca de R$ 106,4 mil. Os dois ainda podem recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

De acordo com o relator do processo, desembargador eleitoral Antônio Aurélio Abi-Ramia Duarte, houve desvio de finalidade na contratação, pela prefeitura, da consultoria que produziu o "Plano Estratégico Visão Rio 500".

"A gravidade das circunstâncias encontra-se sobejamente demonstrada por intermédio da estreita correlação entre a contratação e elaboração do plano 'Visão Rio 500', sob a coordenação do investigado Pedro Paulo com a anuência do investigado Eduardo Paes, e a posterior utilização de tudo o que foi produzido na campanha eleitoral dos investigados", considerou.

O magistrado afirmou, ainda, que Eduardo Paes e Pedro Paulo, que era secretário municipal, são "políticos experientes e que ocupavam, à época dos fatos, posições importantes na Administração Municipal. A repercussão econômica social e eleitoral do ato praticado, bem como a gravidade das circunstâncias e a confusão patrimonial entre o que foi custeado pelo Poder Público e o arrecadado e despendido na campanha eleitoral evidencia culpabilidade de alto grau, a permitir a fixação da sanção pecuniária no máximo previsto na legislação".

Ajuizada pela coligação "Mudar é Possível" (Psol/PCB), por Marcelo Ribeiro Freixo e Luciana Boiteux de Figueiredo Rodrigues, a ação havia sido julgada improcedente, pelo Juízo da 176ª Zona Eleitoral, quanto às acusações relativas a Paes e Pedro Paulo. A candidata a vice-prefeita na chapa de Pedro Paulo, Maria Aparecida Campos Strauss, também figurava como investigada no processo, mas em relação a ela a sentença de primeiro grau julgou extinto o processo, sem resolução do mérito, decisão mantida nesta segunda-feira pelo Plenário do TRE-RJ.



Fonte: Notícias ao Minuto 

COMENTE!

Tiririca usa cota parlamentar para viajar a locais onde faria shows

Na semana passada, deputado fez discurso na Câmara dos Deputados anunciando que deixaria a política por se sentir envergonhado com o que viu durante seus mandatos

Tiririca usa cota parlamentar para viajar a locais onde faria shows 
 Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil  

Depois de sete anos como deputado federal, o palhaço Tiririca (PR-SP) fez, na quarta-feira (6), o seu primeiro e último discurso, segundo ele mesmo, na tribuna da Câmara dos Deputados.  

Na fala, que durou cerca de oito minutos, ele disse estar "abandonando a vida pública". "Estou saindo triste para caramba. Estou saindo muito chateado, muito chateado mesmo com a nossa política, com o nosso Parlamento. Como artista popular que sou e político que estou, estou saindo chateado", disse Tiririca.

E prosseguiu: "O que eu vi nos sete anos aqui, eu saio totalmente com vergonha. Não vou generalizar, não são todos. Tem gente boa aqui dentro", afirmou o deputado.

O que Tiririca não mencionou, de acordo com levantamento feito pelo Correio Braziliense, foi que usou dinheiro público, referente à cota parlamentar a que tem direito, para pagar passagens aéreas dele e de seus assessores rumo a locais onde faria shows.

Segundo consta no site da Câmara, a verba deve ser "destinada a custear os gastos dos deputados exclusivamente vinculados ao exercício da atividade".

O parlamentar foi procurado, por meio de sua assessoria, mas ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Veja abaixo algumas viagens custeadas por Tiririca, este ano, com a cota parlamentar:

6 de outubro

Passagens compradas no valor de R$ 934,90, do Rio para Brasília, em nome do também assessor do deputado João Júnior. No mesmo dia, Tiririca tinha apresentação na capital fluminense.

11 de agosto 

Passagens no valor de R$ 2.746,52 para Ipatinga (MG), onde o deputado se apresentaria um dia depois. No mesmo dia 11, seguiria para uma cidade próxima, Teófilo Otoni (MG), onde tinha show.

9 de maio

Passagens compradas no valor de R$ 3.813,38, com destino a Aracaju (SE), para ele e para a assessora. Cinco dias depois, o deputado faria show na cidade.

3 de maio

Passagens compradas no valor de R$ 2.045,38, dessa vez apenas no nome da assessora Loianne Lacerda, para Teresina (PI). Mais uma vez, Tiririca se apresentaria nos municípios de Piripiri, Picos e na própria capital do Estado, dias 5, 6 e 7 do mesmo mês, respectivamente.

6 de abril 

Passagens compradas no valor de R$ 2.205,58 para Ilhéus (BA), onde Tiririca tinha show, dois dias depois. Além da passagem dele, foi adquirida também a da assessora Loianne Lacerda, que o acompanhou. No dia 7, ele também subiu ao palco, na cidade de Jequié (BA), enquanto no dia 9 se apresentou em Itabuna (BA).



Fonte: Notícias ao Minuto 

COMENTE!

Deputada diz que fará festa onde justiça proibiu

O clima está tenso em Luzilândia, zona norte do Estado

O clima está pesado em Luzilândia mesmo diante da penúltima novena dos festejos de Santa Luzia. Tudo por causa de um show público que a deputada Janaína Marques, ex-prefeita, atual secretária de infraestrutura do Estado, vai patrocinar ( não se sabe a origem do dinheiro ) com o renomado cantor Mano Walter. O clima esquentou por que ela quer fazer na praça da igreja, toda ornamentada de natal, com a cor azul do prefeito Ronaldo Gomes, o "Caçambeiro". O prefeito indeferiu e a deputada teimou e disse que fará a festa de qualquer jeito. O prefeito recorreu à Justiça e a juizá da comarca, manteve a decisão para suspender a festa de Janaína e mandou que tal festa deveria ser realizada na praça da Prefeitura, bem maior.

A deputada recorreu ao Tribunal de Justiça para cassar a liminar da juíza e fazer a festa onde deseja, na praça de Santa Luzia.

Resultado de imagem para Prefeito Ronaldo Melo, o Caçambeiro

Prefeito Ronaldo Gomes, o "Caçambeiro"

COMENTE!

Wellington Dias terá fortes adversários em 2018

O governador Wellington Dias pode ir se preparando para enfrentar adversários fortes na campanha para o governo do Estado.

O governador Wellington Dias pode ir se preparando para enfrentar adversários fortes na campanha para o governo do Estado. A ambição pela vice-governadoria está restrita a uma parte do PMDB e ao PP, este o atual dono do cargo. O ex-ministro João Henrique Souza encerrou a primeira etapa de um movimento para o lançamento de candidato próprio já sabendo que não terá apenas Wellington Dias como adversário. O empresário João Vicente Claudino deverá entrar também na disputa.

Neste momento das articulações política todos são amigos entre si. O senador Ciro Nogueira cobriu de elogios o ex-senador João Vicente, em declarações ao portal GP1, embora reconhecendo que a volta do mesmo ao PTB atinge a base do governo, já que ele pretende disputar o governo. Ciro Nogueira já apoiou JVC no passado e sabe o que uma candidatura representa para o atual governo.

Além do PTB e do PMDB, o governo Wellington Dias poderá ter um terceiro adversário forte na disputa, o PSDB. A posse do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, na presidência do partido, contou com a presença do prefeito Firmino Filho, que agora dificilmente terá como apoiar a reeleição de Wellington Dias. O realinhamento do PSDB com o governo Temer é fato concreto. Em seu discurso, Alckmin disse tudo.

O deputado Marden Menezes, que também esteve na convenção do PSDB, entende que agora é o momento de definir um projeto e de viabilizar uma candidatura tucana ao Governo do Estado. Segundo Marden, Geraldo Alckmin deixou claro que deseja ver o PSDB com candidaturas competitivas nos estados.

Lula já fala em plano de governo

Em discurso a intelectuais e produtores culturais com quem se reuniu no último sábado, no Rio de Janeiro, o ex-presidente Lula falou de seu plano de governo, mas a grande mídia preferiu dar destaque ao que ele disse sobre o Juiz Sérgio Moro: “Moro é do mal”. Se a intenção da mídia foi criticar o discurso de Lula, o que ele disse sobre o plano de governo foi uma fantasia.“Vamos falar ao coração das pessoas, vamos falar à alma das pessoas. Eu vou descobrir o ponto G da vontade dos brasileiros para consertarmos este país”- disse o candidato.

Mais uma seca

A população piauiense ainda aposta num inverno regular, mas os sinais são de mais uma seca. As chuvas isoladas que caíram até agora não estimularam o agricultor a plantar nem feijão. O drama maior é nos municípios onde os reservatórios de água estão praticamente secos. Por falta de pastagem, o rebanho bovino está definhando. Somado a tudo isso, o governo do Estado atrasou o pagamento do Seguro Garantia Safra. O deputado Rubem Martins vem cobrando com frequência a quitação desse débito.

Água mais cara

A empresa Aegea (Águas de Teresina) resolveu anunciar seu presente de natal e ano novo aos teresinenses. Trata-se do primeiro reajuste na tarifa de água e esgoto da capital. A solicitação do reajuste foi protocolada no dia 23 de novembro passado junto à Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos de Teresina (Arsete). O último reajuste data de agosto passado. A novidade é que o aumento, que será de 4,9%, será retroativo a agosto. E o pior é que o consumidor não terá como diminuir o consumo, a menos que comece a chover regularmente.

Nome por nome

O presidente Temer não quer mais saber de cálculos comuns sobre o número de votos para a aprovação da Reforma Previdenciária. Ele quer os nomes de todos os deputados que prometem votar a favor. A incumbência de levantar os nomes foi dada aos líderes do governo na Câmara e no Congresso, Agnaldo Ribeiro (PP-PB) e André Moura (PSC –SE). Sabendo “quem é quem” na votação da reforma, Temer terá mais facilidade para estabelecer o valor do “oxilo”.

Provas contra Lula

Sob o título acima, escreveu José Olímpio Castro, no Facebook: “Os petistas pediram tanto que fossem apresentadas provas contra Lula, que logo, logo serão atendidos. As provas contra o ex-presidente serão apresentadas por uma pessoa que acompanhou de perto todos os passos dele.

Trata-se do ex-ministro Antonio Palocci. Ele tem provas que podem não apenas acabar a carreira política de Lula, mas o próprio PT. E promete entregá-las ao MPF, se for aprovada a sua delação premiada. A edição de Veja que chega às bancas na segunda-feira traz revelações surpreendentes do ex-ministro.

Saiu no Estadao

“Tucanos resistem a plano de Alckmin para a Previdência. Novo presidente do PSDB, governador paulista Geraldo Alckmin vai enfrentar dificuldades para convencer bancada da Câmara a votar em bloco pela reforma de Temer”. Na verdade, o novo presidente do PSDB cedeu muito cedo aos caprichos de Michel Temer. O partido já estava dividido quando ele assumiu a presidência, e nesses casos a vida tem ensinado que deve haver primeiro uma articulação interna, antes de qualquer declaração pública. Com a declaração pública de apoio à reforma da Previdência, o máximo que Alckmin vai conseguir é enfraquecer sua candidatura a presidente da República.

Mais mortes na BR-135

A BR-135 continua fazendo vítimas fatais, sem que o governo tenha anunciado, até o momento, qualquer melhoria na referida rodovia, apesar dos apelos de deputados estaduais e federais. No último domingo (10) três pessoas morreram em dois acidentes, um pela manhã, na Serra da Santa Maria, e outro à tarde. O segundo acidente ocorreu próximo à cidade de Corrente. A vítima do segundo acidente viajava com destino ao Litoral Piauiense. Era o marido da mulher que dirigia o veículo.

O humor de cada dia

Um ladrão foi ao médico para um exame delicado, onde foi muito bem atendido, durante cinco horas. Após as recomendações de praxe o paciente quis saber quanto teria que pagar. O médico disse que a consulta e os exames custavam R$ 10 mil. O paciente ficou espantado. Resolveu então apelar para a sensibilidade do médico, dizendo que ganhava pouco e que naquele momento só dispunha de CR$ 5 mil. O médico se mostrou irredutível. O paciente então indagou: o senhor não poderia fazer um preço especial, em se tratando de um colega de profissão?

Surpreso, o médico perguntou: quer dizer que você também é médico? O ladrão então esclarece: não senhor. Eu sou é ladrão como você.

COMENTE!