Feitosa Costa

Mulher de coronel pagou obra da filha de Temer em dinheiro vivo, diz jornal

Caso é investigado pela Operação Skala, que tem como alvo amigos do presidente

 
 Foto: Reprodução

As despesas da reforma da casa de Maristela Temer, filha do presidente Michel Temer, teriam sido pagas pela arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher do Coronel João Baptista Lima Filho. Isso é o que relatou um dos fornecedores da obra, num bairro nobre de São Paulo, ao jornal Folha de S.Paulo.

À reportagem, publicada nesta quinta-feira, 12, Piero Cosulich, dono da Ibiza Acabamentos – uma das empresas que entregaram material na residência de Maristela – afirmou que Maria Rita era quem levava, pessoalmente, o dinheiro na loja.

“Foi Maria Rita Fratezi quem fez os pagamentos, em espécie, em parcelas. Os pagamentos foram feitos dentro da loja”, disse o fornecedor. “Ela [Maria Rita] vinha fazer o pagamento. Se estava dentro de um envelope, dentro de uma bolsa, não sei te confirmar”, afirmou.

Tanto Maria Rita quanto o seu marido foram alvos da Operação Skala, deflagrada no dia 29 de março, que investiga um esquema de corrupção usado para beneficiar empresas do setor portuário com a renovação de concessões públicas. Amigo de Temer, o coronel passou três dias preso e sua esposa foi chamada para depor.

A Polícia Federal investiga se a obra no imóvel de Maristela Temer foi paga com propina da JBS.



Fonte: Diário do Poder 

COMENTE!